O que a Arquitetura Corporativa tem a ver com Você? Ep. 04 – Bruno Motta

Conta um pouco pra gente sobre como começou sua carreira até que você chegou à arquitetura corporativa?

        Minha carreira começou na área de infraestrutura em uma empresa de seguros de Brasília, atendendo os clientes internos com soluções tecnológicas que suportavam as tarefas e rotinas diárias que o negócio de seguros demandava, e por alguns trilhei esse caminho, porem em determinados momentos meu perfil generalista me motivou a novos desafios, então durante algum tempo eu empreendi em um negócio próprio, participei de trabalhos voluntários, desenvolvi conhecimentos técnicos e seculares de forma autodidata e essa vivencia de escolhas assertivas e algumas não, me mostraram que minha contribuição no mercado de trabalho seria juntar meu conhecimentos práticos na área de TI com desafios do negócio, com esse intuito rumei para conhecimentos acadêmicos na área de gestão empresarial, e no programa comecei um estágio apesar de no primeiro momento começar um estágio ao invés de um trabalho integral parecia um retrocesso na realidade foi um divisor de aguas, pois trabalhando na eVOLVE que a Arquitetura Corporativa foi me apresentada, seja por meio da ferramenta QualiWare ou pelos projetos que participei, até o nível de maturação que venho desenvolvendo me mostra que os domínios da arquitetura e os suas relacionamentos e interconexões juntamente com uma linguagem comum tornam um negocio bem alinhado com resposta para os desafios que as corporações enfrentam. Desse modo a arquitetura corporativa tem me ajudado a compreender meu papel como profissional, a conhecer áreas que posso ter melhor domínio e principalmente saber colaborar juntamente com os profissionais que atuam comigo no dia a dia.

Qual sua maior conquista utilizando a arquitetura corporativa?

        Uma das maiores conquista foi estar enxergando o negócio de ponta a ponta, ou seja, ter a visão holística que está sendo mais natural dia após dia na vivencia da arquitetura corporativa.
Essa conquista me ajuda como profissional a definir meus objetivos pessoais e minha contribuição nesse ambiente corporativo.

Como você acredita que será a arquitetura corporativa em 5 anos?

        A arquitetura Corporativa tende a ser cada vez mais adaptável ao negócio e a responder de forma mais rápida, adequando as novas tendências, frameworks e boas práticas do mercado afim de contornar os possíveis desafios internos e externos. A crise global da pandemia está nos ensinando que conhecer o seu negócio de ponta a ponta é essencial para uma tomada de decisões mais dinâmicas que podem garantir a sobrevivência empresarial nos dias atuais.
Creio que o profissional que esteja atento as transformações alinhando-as á perspectivas que arquitetura corporativa traz serão muito requisitados para contribuir com sucesso organizacional.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *