Atualmente diversos varejistas brasileiros tem tido iniciativas de oferta pública de ações – IPO – , ou seja, vem abrindo capital no mercado da bolsa de valores ou ainda possibilitando a abertura de franquias a novos investidores. Em ambos os casos a necessidade de controles internos e de transparência se torna fundamental.
Ao atuar na Bolsa, ocorre um evento de transformação dentro da organização, que passará a atender exigências, terá obrigações permanentes e necessitará de conjuntos de competências administrativa e de seus colaboradores. Já no caso dos franqueados, o desafio do proprietário é manter a qualidade na formação de cada uma das novas franquias, garantindo que o cliente tenha o mesmo tratamento em qualquer unidade e assim, se mantenha fiel à marca. Para tal precisará investir na padronização de processos, treinamentos, e na gestão dos indicadores operacionais de cada uma das unidades.
Ainda que isso, a priori, pareça claro e essencial à estes processos, muitas vezes as organizações não tem condições de lidar com todos esses aspectos sem o auxílio de outras empresas especialistas nessas questões, como a eVOLVE. Hoje oferecemos a nossos clientes e parceiros, maior controle do conhecimento, dos processos, da gestão e do negócio através da disciplina conhecida como Arquitetura Empresarial, que possibilitará que a transformação do cenário seja o que chamamos de Mudança Positiva.